10 Dicas de Segurança para vigilantes

10 Dicas de Segurança para vigilantes

No contexto da segurança privada, a material -prima que move empresa é o vigilante. Sem este profissional, empresa não existe ou, se este atuar com deficiência, o prejuízo não será unicamente para si, porém também para empresa ao que atua. Pensando no dia- a -dia deste profissional, elaboramos várias dicas que servem somente para lembrá-lo, porque se trata de um tanto primitivo. Anterior de citá-las, destacamos número reduzido de aspectos essenciais :

4a

a ) As pessoas desatentas são vulneráveis, pois podem se tornar presas fáceis. O criminoso dispõe de pouco tempo para fazer a abordagem.

  1. b) O fator principal na função de um vigilante é a atenção, então pequeno número de menorreia são essenciais para evitar surpresas desagradáveis. Paquete que podem salvar sua vida, do colega de trabalho, como salvaguardar melhor o patrimônio.
  2. Evitar distrações – Nunca ler jornal ou gêmeo enquanto estiver no posto de serviço. O simplória ato da obra tira toda a atenção que deverá está voltada para a salvaguarda do posto. Isso vale para objetos sonoros. Lembre-se: uma fácil distração poderá valer sua vida.
  3. Arma no coldre – O vigilante em serviço, enquanto trabalhar provido, deverá portar a arma no coldre. Nunca assentir a arma fora do corpo, isso atrasará uma provável ação defensiva ou preventiva.
  4. Procedimentos de sua empresa – Executar rigorosamente as normas e também procedimentos de sua empresa. Elas foram criadas para mitigar os perigos e também seus fatores de risco. Deve ser encarada como um coligado recurso de segurança.
  5. Armamento – Zelo da hora da passagem e também recebimento do armamento. Aquelas regrinhas aprendidas no curso de treinamento não devem ser esquecidas. Armamento cândido e também sem munições (munições em uma mão e também armamento na outra).
  6. Passagem de Serviço – A passagem de serviço deve ser feita em sítio garantido, fora do trânsito de pessoas (um caixa de areia própria para a passagem de armamento é um tanto necessário).
  7. Evitar aglomerações – Qualquer vigilante deverá continuar em seu posto e também evitar aglomerações, tanto de pessoas comuns como vigilantes do mesmo conjunto. Enquanto os vigilantes estão muito distribuídos, o conseguir de visão da extensão ou patrimônio será maior, proporcionando uma melhor salvaguarda do patrimônio.
  8. Postura apropriada. Vigilantes muito fardados e também com boa postura, transmite uma sensação de que são preparados e também que são organizados. Então, vai ter uma sensação de segurança e também transmite o chamado efeito dissuasivo, desestimulando a ação de criminosos.
  9. Evitar falar bastante. Seja reservado. Assuntos inerentes à sua empresa ou da unidade onde atua, sobretudo, os relacionados aos procedimentos e também métodos de segurança, não devem ser comentados com terceiros para não chegar aos ouvidos dos criminosos. A rotina de segurança é um tanto sigilosa.
  10. Estratégia. Como regra normalmente, um bom estrategista possui grandes proveitos para resolver complicações, para vencer obstáculos, para derrotar inimigos, para cuidar melhor da sua segurança e também de outrem, etc. Todo segurança deverá trabalhar o hábito de produzir recursos, fazendo, se necessário – mentalmente – simulado de como reagir em situações adversas.
  11. Ser intrigado. Constantemente que verosímil, observar pessoas com atitudes suspeitas. Evitar permanecer próximo de suspeitos. Colocar – se continuamente em posição de resguardo.

Vigilante lembra segurança. Segurança deve pensar crédito, tanto do ótica do freguês, como das pessoas que, de correto modo, convivem com este profissional. Logo, sua postura, seus conhecimentos técnicos, igualmente sua quesito física, são essenciais para proporcionar a sensação de segurança.

Anúncios
10 dicas de segurança para empresa e também funcionários

10 dicas de segurança para empresa e também funcionários

Empresas ainda derrapam nas questões de segurança e também têm complexidade para informar seus funcionários sobre admissão de medidas básicas para proteção de dados sensíveis. Uma constatação disso é que 608% dos desvantagens enfrentados nessa extensão são vazão de informações, segundo estudo realizado pelo laboratório da ESET com organizações latino-americanas.

 

Para tentar ajudar as companhias a terem pulso mas possante com suas políticas, especialistas da ESET na América Latina elaboraram uma espécice de silabário chamada “Guia de Segurança para Funcionários”. Esse material, que está desimpedido grátis para download na seção “ Teor ” do website da empresa, traz dicas de como disseminar as boas práticas para gestão dos dados, mitigar riscos e também alertar colaboradores sobre as primordiais ameaças de segurança.

Segundo Camillo Di Jorge, country manager da ESET Brasil, por incrível que pareça, corporações não adotam medidas básicas para proteção de suas informações, como o uso de senhas fortes e também políticas da mesa limpa. “É bastante geral funcionários deixarem contratos com informações confidências espalhados pelas mesas enquanto saem para almoçar. Diversos não têm a percepção de que são valiosas as informações que estão em suas mãos”, observa o executivo.

A percepção das políticas de segurança, embora pareça óbvio, é bastante essencial e também as medidas devem ser relembradas, recomenda Di Jorge. Este espera que o novo guia oriente as organizações a reforçarem os três pilares fundamentais para prometer a segurança da informação: técnica, ensino e também administração dos dados.

Veja próximo as 10 práticas recomendadas pelo “Guia de Segurança para Funcionários”:

 

  1. Siga as políticas de segurança

Toda companhia deve produzir menarquia de como todos e cada um dos empregados precisam mourejar com a proteção das informações corporativas. As normas têm que ser escritas e também bastante muito explicadas no instante da contratação. Recomenda-se solicitar a assinatura de um contrato para o cumprimento dessas medidas.

  1. Apoie-se nas ferramentas instaladas na máquina

As tecnologias são a apoio da segurança de informação das empresas. De forma, um trabalhador cauto deve permanecer cauteloso aos alertas emitidos pelos antivírus, firewall, antispam entre muitas outras ferramentas.

slide1

  1. Proteja-se em oposição a códigos maliciosos comuns

Agora, o malware – utilitário malicioso – é um dos ataques mas comuns versus empresas e também usuários. Não obstante nem constantemente os profissionais terem teoria do impacto que essas pragas virtuais trazem para os negócios, elas podem simbolizar o risco de perda de informações, de tempo e também de quantia.

  1. Evite tombar no golpe da engenharia social

Essa ainda é uma forma bastante utilizada pelos os desenvolvedores de códigos maliciosos e também criminosos digitais para enganar as pessoas e também comprometer a segurança da empresa. Entre as táticas mas comuns estão os golpes por mail, com envio de backlinks maliciosos que arriscam remeter as pessoas para qualquer teor interessante ou curioso.

  1. Armazene e também transporte dados acertadamente

A perda ou latrocínio de informações ocorre, varias vezes, por um imprevidência dos próprios funcionários, a gretar do meandro de dados transportados ou guardados em riqueza físicos ou digitais.

  1. Crie travas para os dispositivos móveis corporativos

Recomenda-se ter uma senha de aproximação aos equipamentos corporativos – como smartphones, notebooks ou tablets –, para evitar acessos não autorizados a informações. Ou por outra, deve-se tomar desvelo para só encolher aplicativos de locais confiáveis, racontar com uma solução de segurança e também criptografar a unidade de armazenamento dos dispositivos.

  1. Adote senhas fortes

Para a senha seja considerada potente, ela deve ser simples de lembrar e também difícil de quebrar. É essencial também não utilizar as mesmas senhas pessoais e também corporativas, além de não guardá-las em lugares visíveis ou de simples entrada.

  1. Bloqueie backlinks que não sejam confiáveis

Desse jeito, minimiza-se a possibilidade de ser infectado com códigos maliciosos e também ser servo de phishing, roubo de informação pessoal ou financeira do utilizador, por meio da falsificação de uma entidade confiável.

  1. Cuide dos dados da empresa até fora do contexto corporativo

Enquanto se transfere documentos e também papéis essenciais para trabalhar fora do escritório, deve-se ter zelo para evitar rapacidade ou perda. Além do que, os documentos devem ser manipulados levando em conta o nível de confidencialidade requerido. No caso do uso de dispositivos USB ou anagógico externas, é necessário realizar uma estudo do resultado com um antivírus no instante de sua inserção no equipamento.

  1. Acesse rede Wi-Fi com segurança

Na hora de ligar-se Wi-Fi pública use Virtual Private Network (VPNs), que aumenta a segurança na transmissão dos dados. Caso seja precisa a utilização de dispositivos móveis de trabalho conectados a essas redes, recomenda-se não realizar conexões sensíveis para ligar-se mail corporativo, porque as informações podem ser expostas. No caso de uso de computador público, não se deve aceder ficheiros confidenciais, evitando que fiquem disponíveis a outros usuários dessas máquinas.

5 dicas de segurança patrimonial para condominios

5 dicas de segurança patrimonial para condominios

Dicas de segurança para condomínios

Falá minha gente, tudo bem hoje vamos falar de 5 dicas básicas, porem muito eficientes para aumentar ou melhorar a segurança em condomínios e até mesmo residencias.

A segurança patrimonial tem se tornado algo muito evidenciado e não é para menos, o aumento da violência e violação aos nossos bens estão cada dia maiores,  e pensando nisso vamos reunir 5 dicas de segurança patrimonial para condomínios. E claro meus amigos isso também engloba a Automação Predial que é algo muito relacionado a segurança de pessoas e bens materiais.

1. Câmeras de vigilância

cftv-seguranca-patrimonial

A câmera de vigilância talvez seja o mais simples quando se fala de Empresa de Segurança Patrimonial  Existem muitos tipos de câmeras, e cada um atendendo a um objetivo, de forma que todo o espaço seja bem monitorado.

A implementação de um Sistema CFTV para condomínios é uma ótima forma forma de inibir e registrar ações criminosas.Mas implementar câmeras não é suficiente ou mesmo um CFTV de forma amadora. Deve-se fazer um bom planejamento.

Além disso, é preciso certificar-se de que o equipamento funcione perfeitamente, gravando corretamente as imagens, que devem estar protegidas. O CFTV, por exemplo, deve estar em sala trancada e sem acesso aos funcionários do condomínio, evitando que qualquer gravação seja apagada.

2. Cercas elétricas

Outra ferramenta fundamental para deixar qualquer espaço mais seguro é a cerca elétrica. Ela é uma opção que tem um custo relativamente baixo, inibe invasões e, com uma boa manutenção, está sempre em pleno funcionamento. Existem opções variadas no mercado para diferentes necessidades.

E, assim como as câmeras, não adianta apenas colocar cercas elétricas em todas as partes do condomínio. O seu uso deve ser planejado para não dar chances a invasões e nem trazer riscos a moradores ou demais pessoas. Afinal, a intenção é proteger o perímetro de eventuais criminosos.

3. Sistemas de monitoramento

Um bom monitoramento traz mais tranquilidade, tanto para condôminos quanto para funcionários. Isso porque ele inclui o uso de painéis de controle, sensores, sirenes e uma equipe que acompanha tudo o que acontece no condomínio 24 horas por dia, 7 dias por semana.

4. Alarmes

Esses equipamentos servem para detectar imediatamente qualquer situação atípica que possa provocar riscos. Os alarmes são capazes de identificar bandidos, incêndios, alagamentos, etc.

Sem eles, a segurança patrimonial fica defeituosa, deixando o condomínio vulnerável a práticas criminosas que, se fossem denunciadas por alarmes, poderiam ser prevenidas, e

fazem parte de Automação Predial

5. Portaria

A portaria é um investimento muito importante,  em um condomínios. No entanto, além de trazer segurança, ela é também uma área vulnerável, devido à intensa movimentação de moradores, visitantes.

Fonte: http://www.automsolution.com.br/